SAÚDE MENTAL NA ESCOLA: RESULTADOS PRELIMINARES DE UMA AÇÃO ENTRE PROFESSORES E ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Dinarte Alexandre Ballester Universidade Federal de Pelotas
  • Alessandra Pereira de Souza Universidade Federal de Pelotas
  • Caique Soveral Fulco Santana Universidade Federal de Pelotas
  • Cíntia Rodriguez Barros Universidade Federal de Pelotas
  • Luís Henrique Oliveira de Moura Universidade Federal de Pelotas
  • Tatiane da Silva Araújo Braga Universidade Federal de Pelotas
Palavras-chave: Saúde mental. Serviços de saúde escolar. Promoção da saúde. Capacitação de professores. Educação.

Resumo

O relatório descreve a ação de um grupo de acadêmicos de Medicina da Universidade Federal de Pelotas, no projeto “Saúde Mental na Escola: uma ação entre professores e alunos do Ensino Fundamental”, na Escola Círculo Operário Pelotense. Os objetivos foram promover a saúde mental das crianças e adolescentes no ambiente escolar, através da educação em saúde e do estímulo ao comportamento de busca de ajuda. Neste sentido, foram produzidos de materiais educacionais e realizadas ações educativas, sob forma de um curso de atualização para professores. O método incluiu visitas de observação e planejamento conjunto com a Escola Círculo Operário Pelotense, seguindo um modelo etnográfico. A análise qualitativa se deu por meio de observações individuais e elaboração de diários de campo, escrito pelos integrantes nas visitas e nas reuniões do projeto. Como forma de avaliar a efetividade dos trabalhos desenvolvidos, foram utilizados questionários com os docentes da Escola. Os resultados evidenciaram a satisfação por parte dos docentes, que buscaram incorporar nas suas práticas pedagógicas os temas relativos à saúde mental e colaborar para difusão dessa temática na comunidade escolar.

Biografia do Autor

Dinarte Alexandre Ballester, Universidade Federal de Pelotas
Professor Adjunto do Departamento de Saúde Mental; Faculdade de Medicina.
Alessandra Pereira de Souza, Universidade Federal de Pelotas
Graduanda em Medicina
Caique Soveral Fulco Santana, Universidade Federal de Pelotas
Graduando em Medicina
Cíntia Rodriguez Barros, Universidade Federal de Pelotas
Graduanda em Medicina
Luís Henrique Oliveira de Moura, Universidade Federal de Pelotas
Graduando em Medicina
Tatiane da Silva Araújo Braga, Universidade Federal de Pelotas
Graduanda em Medicina

Referências

BACH, Suelen L. et al. Emotional and behavioral problems: a school-based study in southern Brazil. Trends Psychiatry Psychother. v.41, n3, p. 211-217, 2019.

BALLESTER, Dinarte A.. et al. Estudo piloto de um programa de capacitação em saúde mental para professores de uma escola de ensino fundamental em Porto Alegre-RS. Relatório de pesquisa, 2015.

BAXTER, A.; WEI Y.; JARREL, K. et al. Teen Mental Health, c2020. Página inicial. Disponível em: <http://teenmentalhealth.org/>. Acesso em: 2 de set. de 2020.

BIEDERMAN, Joseph et al. Educational and occupational underattainment in adults with attention-deficit/hyperactivity disorder: a controlled study. The Journal of clinical psychiatry, 2008.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-2017). Rio de Janeiro: IBGE, 2016.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-2007). Rio de Janeiro: IBGE, 2007.

CALKINS, L.; HARTMAN, A.; WHITE, Z. Crianças produtoras de texto: A arte de interagir em sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2008. 240 p.

COSTA, Susana; TEIXEIRA, Ana Margarida; GUSMÃO, Ricardo. Literacia em Saúde Mental no concelho de Cascais. EUTIMIA – Aliança Europeia Contra a Depressão em Portugal. Projeto de intervenção, 2016.

FLEITLICH-BILYK, Bacy; GOODMAN, Robert. Prevalence of child and adolescent psychiatric disorders in southeast Brazil. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, v. 43, n. 6, p. 727-734, 2004.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 24 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002. 165 p.

GANDINI, L. et al. In the Spirit of the Studio: Learning from the Atelier of Reggio Emilia. 2. ed. New York: Teachers College Press, 2015. p. 1-224.

GANDINI L. et al. O papel do ateliê na educação infantil: a inspiração de Reggio Emilia. 2. ed. Brasil: Penso, 2019. p. 1-224.

HOVEN, Christina W. et al. Worldwide child and adolescent mental health begins with awareness: a preliminary assessment in nine countries. International Review of Psychiatry, v. 20, n. 3, p. 261-270, 2008.

KUTCHER, Stanley; MCDOUGALL, Ainslie. Problems with access to adolescent mental health care can lead to dealings with the criminal justice system. Paediatrics & Child Health, v. 14, n. 1, p. 15-18, 2009.

LA MAISON, Carolina et al. Continuity of psychiatric disorders between 6 and 11 years of age in the 2004 Pelotas Birth Cohort. Braz J Psychiatry, v.00, n.00, p. 000-000, 2020. doi:10.1590/1516-4446-2019-0723

PAULA, Cristiane S.; DUARTE, Cristiane S.; BORDIN, Isabel AS. Prevalence of mental health problems in children and adolescents from the outskirts of Sao Paulo City: treatment needs and service capacity evaluation. Brazilian Journal of Psychiatry, v. 29, n. 1, p. 11-17, 2007.

RICKWOOD, Debra; THOMAS, Kerry. Conceptual measurement framework for help-seeking for mental health problems. Psychology Research and Behavior Management, Australia, v. 2012, n. 5, p. 173-183, dez. 2012. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3520462/pdf/prbm-5-173.pdf>. Acesso em: 9 set. 2020.

Publicado
2021-04-30
Como Citar
BALLESTER, D. A.; DE SOUZA, A. P.; SANTANA, C. S. F.; BARROS, C. R.; DE MOURA, L. H. O.; BRAGA, T. DA S. A. SAÚDE MENTAL NA ESCOLA: RESULTADOS PRELIMINARES DE UMA AÇÃO ENTRE PROFESSORES E ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Expressa Extensão, v. 26, n. 2, p. 131-139, 30 abr. 2021.
Seção
Relatórios