A EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE FONTES HISTÓRICAS A PARTIR DA NOVA HISTÓRIA CULTURAL E O ESTUDO DE CARTAS

Gustavo Figueira Andrade, Maria Medianeira Padoin

Resumo


Este artigo busca compreender e discutir a evolução do conceito de fontes a partir da ampliação teórico-metodológica ocorrida com a Escola dos Annales, focando principalmente as transformações acontecidas a partir da década de 1980 do século XX com o surgimento da Nova História Cultural e as inovações ocorridas na historiografia, dentre elas a Nova História Política. São discutidos aspectos diversos, incluindo as abordagens teóricas desenvolvidas pela historiografia para compreender como a utilização de cartas como fontes históricas ganham destaque e como são pensadas pela historiografia recente. Busca-se, portanto, inserir o estudo sobre cartas num contexto mais amplo de transformações que orientam a abordagem do historiador sobre estas fontes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/hr.v21i22.15954

DOI (PDF): http://dx.doi.org/10.15210/hr.v21i22.15954.g10009