DIÁRIOS E ESCRITA DE SI: PERSPECTIVAS SOBRE O LAZER E SOCIABILIDADES PELOTENSES (DÉCADA DE 1950)

Letícia Portella Milan

Resumo


Os diários se constituíram em um instrumento para "construção do ser", onde geralmente sua prática esteve delegada ao feminino, e majoritariamente as mulheres de classe abastada que tinham o domínio da escrita para produzir tais escritos. O presente trabalho tem como objeto principal a utilização de diários pessoais de uma jovem pertencente à elite pelotense,nos quais o tema que se apresenta são os espaços de lazer e sociabilidade da elite pelotense na década de 1950. Através do diário pessoal de Clarice Tavares Xavier pretende-se, por meio do seu olhar, descrever o seu cotidiano e as diferentes impressões que tinha sobre os lugares que frequentava na cidade de Pelotas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15210/hr.v21i22.15956

DOI (PDF): http://dx.doi.org/10.15210/hr.v21i22.15956.g10011