Arqueologia Pública e sua práxis social: uma contribuição necessária para a preservação de recursos arqueológicos e interação social

Laize Carvalho de Sousa

Resumo


O presente artigo discute a Arqueologia Pública, entendida como uma disciplina destinada a interagir e dialogar com a sociedade. Busca destacar conteúdos relacionados a perspectivas de Arqueologia Pública em projetos arqueológicos identificando o panorama das ações desenvolvidas entre 2011 a 2015 nos estados do Piauí e Rio Grande do Norte, refletindo sobre a relação da Arqueologia Pública num contexto capitalista e a preservação de recursos arqueológicos. O estudo é resultado de uma pesquisa documental em relatórios de pesquisas arqueológicas no IPHAN do Piauí e Rio Grande do Norte e contará com a análise e interpretação gráfica. Os resultados obtidos apontam um número pequeno de projetos com perspectivas em Arqueologia Pública em solo piauiense e potiguar, com destaque às ações de Educação Patrimonial. Sendo assim, proponho que é necessário refletir sobre a socialização do conhecimento arqueológico através da interação social para a preservação de recursos arqueológicos.

 

Abstract: The present article discusses the Public Archeology, understood as a discipline designed to interact and dialogue with society. It seeks to highlight contents related to the perspectives of Public Archeology in archaeological projects, identifying the panorama of the actions developed between 2011 and 2015 in the states of Piauí and Rio Grande do Norte, reflecting on the relationship of Public Archeology in a capitalist context and the preservation of archaeological resources. The study is the result of a documentary research in the IPHAN of Piauí and Rio Grande do Norte and will feature graphic analysis and interpretation. The results obtained indicate a small number of projects with perspectives in Public Archeology in Piauí and Potiguar soil, with focus  on  Heritage Education actions. Thus, we propose  the necessity of considering  the socialization of archaeological knowledge through social interaction for the preservation of archaeological resources.


Palavras-chave


Arqueologia Pública, Capitalismo, Preservação

Texto completo:

PDF

Referências


BEZERRA, M. “As moedas dos índios”: um estudo de caso sobre os significados do patrimônio arqueológico para os moradores da Vila de Joanes, ilha de Marajó, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi Ciências Humanas, Belém, v. 6, n. 1, p. 57-70, jan.- abr., 2011.

CALDARELLI, Solange B.; SANTOS, Maria do Carmo M. M. Arqueologia de Contrato no Brasil. Revista USP, São Paulo, n. 44, p. 52-73, dez./fev. 1999/2000.

CONSTANTINO, Núncia Santoro de. Narrativa e história oral. In: Humanas, Porto Alegre, v.19/20, n.1/2, p.115-126, 1996-1997.

CORREIA, Belize Câmara. A tutela judicial do meio ambiente cultural. Revista de Direito Ambiental. São Paulo: Revista dos Tribunais, v.34, abr.-jun. 2004 p.50.

DEMARCHI, João Lorandi. Patrimônio e Educação: contribuições da rede paulista de educação patrimonial para o tema. Revista CPC, São Paulo, n.20, p.207-215, dez. 2015.

FERNANDES, Tatiana. Vamos criar um sentimento?!Um olhar sobre a Arqueologia pública no Brasil. São Paulo: USP. 2007. 211 f. Dissertação (Mestrado em Arqueologia). Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, 2007.

FUNARI, P.P; ROBRAHN-GONZÁLEZ, E.M. Editorial. Revista Arqueologia Pública, São Paulo, n.1, p.3, 2006.

FUNARI, Pedro Paulo A.; ROBRAHN-GONZÁLEZ, E. Ética, capitalismo e arqueologia pública no Brasil. História. São Paulo, v.2 7, n.2. Franca. 2008. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010190742008000200002&script=sci_arttext>. Acesso em 14 jul. 2014.

FUNARI, Pedro Paulo A. OLIVEIRA, Nanci Vieira; TAMANINI, Elizabete. Arqueologia Pública no Brasil e as Novas Fronteiras. Práxis Archaeologica, (3): 131-138, 2008.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL – IPHAN. Instrução Normativa n. 001, de 25 de março de 2015. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Instrucao_normativa_01_2015.pdf.>. Acesso em: 30 set. 2015.

LIMA, Leilane Patricia de. Arqueologia e os índios na escola: um estudo de público em Londrina-PR. Tese (Doutorado em Arqueologia). Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

MAGALHÃES, Aloísio. E triunfo? A questão dos bens culturais no Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, Fundação Roberto Marinho,1997.

McMANAMOM, F. P. Archaeologycal messages and messengers, Public Archaeology, 1, 5-20, 2000.

MENESES, U. B de. Premissas para a formação de políticas públicas em arqueologia. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Brasília: IPHAN, nº 33, p. 37-58, 2007.

OLIVEIRA, Cléo Alves P. Educação Patrimonial no Iphan. Monografia de Especialização. Escola Nacional de Administração Pública, Brasília, DF, 2011.

PELEGRINI. S. C. A. Cultura e natureza: os desafios das práticas preservacionistas na esfera do patrimônio cultural. Revista Brasileira de História. São Paulo, vol. 26. nº 51, p. 115-140. 2006.

REIS, José Alberione dos. Lidando com as coisas quebradas da história. Revista Arqueologia Pública. São Paulo, n. 2, p. 33-44, 2007.

ROBRAHN-GONZÁLEZ, E. M. Arqueologia e sociedade no município de Ribeirão Grande, sul de São Paulo: ações em arqueologia pública ligadas ao Projeto de Ampliação da Mina Calcária Limeira. Revista Arqueologia Pública. São Paulo, n.1, p. 63-120, 2006.

SANTOS, Claristela. O compasso da arqueologia em face do avanço da modernidade no Brasil. Achitecton-Revista de Arquitetura e Urbanismo. V.1, n. 1, p.60-67, 2011.

SANTOS, Claristela. et al. O patrimônio arqueológico rupestre no agreste pernambucano: a comunidade em foco. Revista Arqueologia Pública. Campinas, n. 6, p. 6-16, dez. 2012.

SHANKS, M.; TILLEY, C. Re-ConstructingArchaeology. Cambridge: Cambridge University Press, 1987.

SILVA, Bruno Sanches Ranzani da. Das ostras, só as pérolas: Arqueologia pública e Arqueologia subaquática no Brasil. Mestrado (Mestrado em Antropologia). Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.15210/lepaarq.v15i30.13214

 
Contador de visitas