PIXO - Revista de Arquitetura, Cidade e Contemporaneidade

A “PIXO – REVISTA DE ARQUITETURA, CIDADE E CONTEMPORANEIDADE” abrange as seguintes áreas do conhecimento: Arquitetura e Urbanismo, Artes, Filosofia, Educação, Geografia e Psicologia. Uma iniciativa conjunta dos Grupos de Pesquisa (CNPq) “Cidade+Contemporaneidade”, do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo (PROGRAU), da Universidade Federal de Pelotas  (UFPel) e “Arquitetura, Derrida e Aproximações”, do Programa de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura (PROPAR), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com classificação prévia CAPES QUALIS-periódicos A4 (para Avaliação Quadrienal de 2021).

A revista digital trimestral (primavera, verão, outono e inverno – ágil e contínua) reúne artigos, ensaios, entrevistas e resenhas (redigidos em português, inglês ou espanhol) em números temáticos e;  em torno da abordagem multidisciplinar de questões relacionadas à sociedade contemporânea, em especial na relação entre a arquitetura e cidade, habitando para isso as fronteiras da filosofia da desconstrução, das artes e da educação, a fim de criar ações projetuais e afectos para uma ética e estética urbana atual.

Notícias

 

CHAMADA PARA A VIGÉSIMA SEGUNDA EDIÇÃO DA REVISTA PIXO

 

A PIXO – Revista de Arquitetura, Cidade e Contemporaneidade, torna pública a chamada para a sua 22ª edição, com a temática “Cidadania & Território”, no intuito de discutir saberes que fortaleçam diferentes culturas, lugares, percepções e olhares, vivenciados por meio de experimentações humanas e cidadãs, compreendendo e ampliando o conhecimento sobre relações e comportamentos humanos com o seu território.

Desta forma, se busca pensar por meio de múltiplas visões de mundo, a qualidade espacial urbana e como os sujeitos vivenciam esses lugares, identificando os impactos ou implicações das decisões das ações humanas, no traço e desenho urbano, em composições do conhecimento e em campos específicos de saberes como a psicologia e sociologia no uso da arquitetura, do urbanismo, visando o desenvolvimento sustentável.

Durante os dias 3 a 5 de novembro de 2021, o Laboratório de Estudos Comportamentais (LabCom/UFPel) em conjunto com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas, sediaram o “3° Congresso Internacional de Cidadania, Espaço Público e Território’ – 3° CIECIT. O evento reuniu pesquisadores brasileiros e de outros países, abrindo espaço para diálogos e reflexões interdisciplinares e internacionais que permeiam as relações entre cidadania, espaço público e território. A complexidade dessas relações delineou o aprofundamento de desenvolvimentos investigativos e de estratégias em torno de temas principais de forma abrangente, porém não exaustiva. Estes temas envolveram a percepção do usuário sobre o espaço urbano; seu comportamento; as territorialidades construídas em processos de apropriação da cidade; as questões inerentes ao urbanismo contemporâneo; a análise crítica da evolução histórica da arquitetura e do urbanismo; e a inclusão dos indivíduos no mundo digital.

A construção dessa plataforma plural de discussão se apoia na qualidade do espaço urbano como facilitador da interação entre os seres humanos, do acesso democrático à cidade e do exercício da cidadania. Por outro lado, ela entende que, para isso, é fundamental compreender fenômenos que afetam negativamente esses processos, tais como os territórios do medo e seus impactos em usos, identidades e percepções sobre os espaços urbanos, além da falta de uma definição clara de um espaço intercultural resultante das sinergias de transformação dos sistemas, dos territórios. Além disso, o 3º CIECIT instigou a explorar o contexto do dinamismo urbano, as mudanças constantes originadas sob diferentes condições ambientais, sociais, econômicas e políticas, e que são cada vez mais aceleradas nos tempos atuais.

Assim, a Pixo vem proporcionar nesta chamada a extensão desse espaço que foi iniciado no 3° CIECIT e que tomou forma em dezessete sessões e cinco conferências durante os três dias de evento.  A proposta é percorrer as mais diferentes áreas trabalhadas no congresso, como: qualidade espacial, espaço urbano, gestão urbana, planejamento, desenvolvimento urbano, arte urbana, sociologia, psicologia, política, antropologia, entre outros.

Os artigos deverão ser submetidos por meio do sistema https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/pixo/index, cadastrando-se como “autor”, entre os dias 01 de fevereiro a 31 de maio de 2022. A edição “Cidadania & Território” é dirigida pelo Professor Dr. Cristhian Moreira Brum e pela Mestra em Arquitetura e Urbanismo Thaís Debli Libardoni.

 
Publicado: 2022-02-01
 

Programação das Chamadas 2022

 

PIXO 22 - CIDADANIA E TERRITÓRIO (inverno de 2022). Editores: Cristhian Moreira Brum e Thais Libardoni (chamada do evento 3° Congresso Internacional de Cidadania, Espaço Público e Território). Chamada aberta de fevereiro a maio de 2022.

PIXO 23 - ARQUITETURAS DO ABANDONO (primavera de 2022). Editores: Eduardo Rocha e Vanessa Forneck. Chamada aberta de maio a agosto de 2022.

PIXO 24 - A CIDADE NA PRIMEIRA PESSOA (verão 2023). Editora: Ana Paula Vieceli. Chamada aberta de agosto a dezembro de 2023.

 
Publicado: 2022-01-30
 
Outras notícias...

v. 6, n. 20 (2022): PEQUENAS CIDADES II (VERÃO)


Capa da revista