Ioga como possibilidade de desenvolvimento pessoal na formação continuada de professoras da Educação Infantil

Maria Lúcia Nejm de Carvalho, Fernanda Rossi

Resumo


Objetiva-se analisar as percepções de 15 professoras da Educação Infantil, participantes de um programa de formação continuada com 12 práticas de ioga, voltadas a produzir melhoras nos aspectos físicos, psicológicos, atitudinais e relacionais. Trata-se de estudo qualitativo fundamentado na pesquisa-ação. Os dados foram coletados por questionário, grupo focal e diário de campo. Conclui-se que a ioga pode ser uma das estratégias a ser utilizada no contexto da formação continuada, por ser uma experiência potente no sentido de despertar as professoras e professores para a descoberta e o desenvolvimento dos seus próprios corpos e a construção de novos saberes em torno de si, incidindo no desenvolvimento pessoal na docência.


Palavras-chave


formação continuada; professoras da Educação Infantil; ioga.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15210/caduc.v0i62.19151